Israel, e o pacto de paz

Israel, e o pacto de paz Para você que está chegando agora ao mundo árabe, e não sabe bem onde está pisando vamos dar uma pincelada. Tel Aviv é a capital de Israel e o Golfo Pérsico palco de inúmeros revezes e obstáculos quando o assunto é paz na região. E o avanço pode não somente parar entre países dos emirados árabes, mas também em escala global, lembrando que Israel mantem a produção de armamento nuclear.

Pinochet, e ideias revolucionárias

Pinochet, e ideias revolucionárias O nome do personagem da semana é Augusto José Ramón Pinochet Ugarte. Nasceu em Valparaíso no Chile, e deu início a sua vida militar aos 18 anos, ainda em Santiago, em 1933 e permaneceu até 1937. Anos depois, mais precisamente até 1972, se tornou general chefe do exército chileno e a partir daqui sua história ganha outra vertente. Vamos a ela!

E o chile, hoje!

E o chile, hoje! Um país que cabe em São Paulo, afinal são 18 milhões de habitantes, e sua capital, ironicamente, retém quase um terço do total de habitantes com cerca de 5 milhões de pessoas. Um histórico recente parecido com o nosso saindo de uma ditadura nos anos 1990, e uma economia crescente, porem refém. Esse é o Chile!

Ataturk, e a independência Turca

Vamos resumir a história dessa lenda entre os turcos para que não fique muito extensa e fora de propósito. Como sempre falamos de personagens importantes pelos países que visitamos não poderíamos deixar de falar de Ataturk. Cada século e datas com suas respectivas importâncias, e o fim do século XIX e começo do XX, foram cruciais para o atual momento da Turquia.

turquia hoje

Ao longo dos posts contamos um pouco da história da Turquia, alguns de seus personagens, algumas das principais cidades a serem visitadas e claro muitas dicas. Mas, e a Turquia hoje? Um país com mais de 80 milhões de habitantes e que tem uma geografia privilegiada.

Grécia, o berço do mundo

Grécia, o berço do mundo O mundo como conhecemos hoje, com tantas teorias, politica, matemática e filosofia, é oriundo de um mundo antigo onde homens políticos eram bem vistos, e comerciantes mal vistos pela sociedade. O homem que se destacava era aquele que contribuía de alguma forma para a população, principalmente nos eventos festivos, e aos deuses.