E o chile, hoje!

Um país que cabe em São Paulo, afinal são 18 milhões de habitantes, e sua capital, ironicamente, retém quase um terço do total de habitantes com cerca de 5 milhões de pessoas. Um histórico recente parecido com o nosso saindo de uma ditadura nos anos 1990, e uma economia crescente, porem refém. Esse é o Chile!

ECONOMIA

Um país que vem desde de Pinochet com uma economia liberal, ou macroeconomia, onde o Estado acredita que o mercado se ajeita, se organiza por si só. O cobre é o produto mais produzido e comerciado pelos chilenos e função do lítio que vem sendo produzido ferozmente na América do Sul.

Os números poderiam ser muito melhores na produção de lítio aqui no sul das américas, já que desde 2016 o chamado petróleo branco tinha tudo para ser o futuro para países como Chile, Bolívia e Argentina.

O país hoje é o segundo maior produtor de lítio do mundo, ficando atrás apenas da Austrália, e a frente da Argentina, terceira do mundo. Engraçado, se é que podemos dizer assim, ver o Brasil que é a grande potência da sul américa com pouquíssimo investimento no setor.

(Trabalho em cobre – Chile)

A Bolívia por sua vez pode não ser a maior do mundo, nem estar no top3 na produção de lítio, mas tem em seu território o maior salar do mundo que detém 15% do total global do minério. Essa esperança nos países vizinhos mantem o cobre, material essencial para compor os produtos com lítio, como maior produto nacional.

Segundo David Ulloa, CEO da Andesvolt, que já opera no sul do país produzindo baterias de íons de lítio instalando por todo o país energia alternativa. O que David pretende é abrir a primeira fábrica de células na America Latina, fazendo assim a importação chinesa cair e a produção nacional crescer. Pode ser a melhor notícia para chilenos uma vez que terá a produção caseira do produto.

RELIGIÃO

Os chilenos são em grande maioria católicos romanos, com certa de 65% da população dedicada a religião e outros 35% fragmentados entre ortodoxos, protestantes, judeus e até luteranos.

Assim como em outros países, vizinhos ou não, da América do Sul o Chile tem igrejas católicas e catedrais espalhadas por todo o país, porem ao contrário dos outros a imigração no país foi baixíssimo se comparado com Brasil e Argentina, por exemplo.

POLÍTICA

Já ouviu falar em Pinochet? Nome forte nas américas e com uma data curiosa! 11 de setembro, e não importa o ano, mentira importa sim foi em 1973, mas que uma data tão batida em tempos atuais e por americanos e que marcou os chilenos.

Não foi uma época fácil, assim como não foi para os brasileiros, afinal foram mais de 3 mil mortes e incontáveis torturados. O medo do socialismo uniu chilenos e americanos para conter o avanço na era pós Cuba, e o presidente da época Allende acabou por cair assim que os militares tomaram o poder.

Nessa você pode estar se perguntando, mas o que foi tão importante assim na era Pinochet? Bem, já que sua proximidade aos americanos era evidente acabou por perceber que sua economia precisava de mudanças, e adotou assim uma postura liberal.

(Pinochet – Ditadura militar de 1973 a 1990 – Chile)

É bem verdade que no começo dos anos 1990 quando caiu, a inflação girava em torno de 25% e hoje, mesmo com o país sofrendo com protestos, não chega a 3%. Veja bem, não sou economista nem um profundo conhecedor das medidas que um governo tenha que tomar para redução de juros, inflação e variação da taxa Selic, mas um governo que tenha variações em ministros que sejam responsáveis diretos por todo esse tramite! Foi o caso do Chile!

Quase três décadas depois se encontra no poder o Señor Piñera, que subiu a presidência em 2018 e se viu em um país crescente, mas que apresentava problemas estruturais. No ano seguinte em que assumiu a presidência, uma sequência de protestos tomou o país e em outubro vários pontos da cidade foram atacados.

Patrimônio pulico depredado, metros em chamas e assim terminou o ano para o presidente há pouco eleito. Outro problema enfrentando pelo novo governo é a previdência, uma vez que os aposentados da época de Pinochet praticamente passam fome no país. Outras medidas vieram sendo tomadas ao longo dos anos, e mesmo assim o país não consegue se ver livre desse problema.

Tenho um amigo que vive insistindo para que eu guarde uma renda mínima de 30% do que ganho por mês, mesmo que seja variável e mantenha uma sequência anual. Acontece que os chilenos que tiveram essa atitude na década de 1980 tinham em mente um valor de 10 a 15% o que não é suficiente nos dias de hoje.

GEOGRAFIA

O país é banhado pelo oceano pacifico e faz fronteira com Argentina, Bolívia e Peru. Para quem já conheceu algum peruano ou chileno sabe que a dificuldade de relacionamento entre eles é bem ruim. Mas sobre trataremos mais adiante.

(Mapa do chile e suas fronteiras)

Curtiu nossas dicas?

Então segue a gente,

Equipe Guias & Trilhas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: