Kusadasi, Turquia

Situada às margens do mar Egeu se encontra a animada Kusadasi! Sempre que desembarcava no pequeno porto da cidade corria para a loja do Seref, que vendia roupas a um preço muito barato e uma qualidade de precedência não tão boa assim, mas que servia um chá de maçã delicioso e um papo, mesmo com inglês meia boca que era fantástico. Foi assim que a cidade me recebeu por quase 4 anos!

Tive o prazer de conhecer esse senhor dono de “um lojinha” pequenina em uma cidade que recebe quase 2 milhões de turistas por ano. É normal esse tipo de comercio por aqui, entre roupas, bijuterias, “ouro” e muita coisa típica como os lustres coloridos.

(Chá de maça relembrando a loja do senhor Seref)

PRAIAS DE KUSADASI

Bem, a cidade é cheia de praias e alcançam até 30 quilometros a partir de Kusadasi. Vamos deixar os nomes das mais interessantes e acessíveis. Ladies Beach, Yilanciburnu Beach, Kustur Beach e Tusan Beach. São todas próximas e acessíveis.

Não nos alongamos tanto assim quando falamos de praia porque praia pode ser linda e passar uma energia fantástica, apresentar um acumulo cultural e histórico fantástico, mas quando temos algo diferente a mostrar vamos a esse algo, sempre!

CASTELO DE KUSADASI

Esse castelo é muito histórico e datado do século XVI em frente a uma bacia linda e a vista é de tirar o folego. Fui uma vez apenas com uma excursão saindo do navio, então não tenho valores, mas vale a pena caso tenha tempo, e não se perca nas lojinhas no centrinho.

(Castelo de Kusadasi)

EFESO

Um breve resumo para que quando chegue lá não pense que são apenas ruinas! Aqui já foi a capital da Ásia Menor, e governada por egípcios, romanos e bizantinos, então olha só que importante local.

Agora imagine que o cristianismo precisava de investidas pelo mundo árabe, afinal já ouvimos falar de cruzadas e templários a vida toda, e a cidade passou a ser um ponto estratégico e teve inclusive uma igreja levantada em nome de Maria. Muito próximo dali há a casa de Maria onde passou seus últimos dias após a morte de Jesus.

Bem, como sempre trazemos a importância histórica e geográfica dos locais, vale a pena dizer que por aqui passava um rio Caístro que foi sendo mexido e mexido, e sua margem sendo levada para longe da cidade. Com a queda do império romano a cidade atacada pelos godos, e sem um porto base para retomada do comercio o que sobrou mesmo foram as ruinas.

Há apenas 20 minutos de Kusadasi vale a pena passar por aqui esteja de carro ou navio, e uma viagem de um dia já vale o passeio.

O QUE VER EM EFESO

RUA DOS CURETES

Sempre falamos da energia do lugar e como eleva a atmosfera do local. Essa rua aqui é fantástica e imaginar que grandes nomes passaram por aqui é simplesmente incrível. Diferente de Atenas, consegui por minha mão nas ruínas com muito mais tranquilidade, e consegui ver de perto o trabalho que foi feito aqui.

Essa rua mostra bem o esplendor que foi para imperadores e grandes personalidades passar por aqui! Consegui imaginar a rua toda florida e as pessoas esperando pela passagem deles. Numa ponta o porto e na outra o teatro, ou seja, passagem obrigatória de quem visitasse o local.

(Teatro e Rua dos Curetes Éfesos)

GRANDE TEATRO

A cidade é patrimônio da humanidade pela UNESCO, mais um atrativo para quem imagina uma passadinha por aqui, e uma das sete maravilhas do mundo antigo. Se mais uma vez estamos apresentando o lugar então vamos a mais este pedacinho da cidade.

Segunda maior cidade do império romano merecia um teatro a altura, não é verdade? Pois bem, a capacidade do teatro girava em torno de 25 mil pessoas, e palco para as lendárias batalhas dos gladiadores.

Vale a pena passar por aqui e fazer uma foto do alto!

(Teatro e Rua dos Curetes Éfesos)
(Teatro e Rua dos Curetes Éfesos)

BIBLIOTECA DE CELSO

Essa parte da cidade parece ter sofrido menos o impacto do tempo e segue firme há quase 2 mil anos! O antigo imperador Tiberius Julius Celsus está enterrado aqui e como bom representante dos Romanos tem acima de si uma estrutura toda de mármore. Talvez por isso também tenha se mantido de pé todo esse tempo.

Uma curiosidade bem bacana é pensar que mais de 10 mil documentos, ou para a época pergaminhos, foram guardados aqui! Incrível, não?

Outra curiosidade bem bacana é que ao contrário das bibliotecas da antiguidade foi erguida com dinheiro de instituições privadas e não públicas. Sua magnitude era tanta que perdia apenas para a famosa biblioteca de Alexandria.

Uma terceira curiosidade: Sei que já comentamos, mas a biblioteca sofreu com fenômenos naturais e o ataque dos Godos (tribos germânicas), e alguns pedaços foram reconstruídos o que nada tira sua beleza e pontos visíveis do prédio original.

(Garoto novo e a foto no tempo certo pela manhã – Biblioteca de Celso)

TEMPLO DE ARTEMIIS

O templo não fica em Éfeso e sim a alguns quilômetros dali! Caso queira conhecer o local, sempre vale a pena conhecer algo tão importante vá, mas não se decepcione, pois resta pouca coisa do templo original. Então a dica é não perder tanto assim indo ao templo e aproveitando mais a cidade antiga.

(Templo de Artemis)

CASA DE MARIA

A casa onde João, ou São João, passou os últimos dias com Maria. A visita é super rápida e a melhor dica que podemos dar é: VÁ CEDO”. Sempre dizemos isso né? Mas pense que é um local que atrai turistas de todos os lugares do mundo, então o fluxo é intenso.

A casa é pequenina por isso a visita é ligeira, então vá na ida a Éfeso e deixe o templo para a volta. Sempre lembrando, a melhor época para viajar para a Turquia é fora do verão!

(Casa de Maria – Kusadasi)

FINALIZANDO

Contamos a história do senhor Seref, e não explicamos a boa relação. Passamos a tomar chá juntos porque levei minha ex esposa e ele ofereceu 3 camelos por ela, e claro tremi! Brincadeira, brincadeira! Seref é exatamente meu sobrenome de trás para frente, que no caso é Feres, e quando percebemos demos muita risada!

Em resumo, Kusadasi traz excelentes recordações e muita história pra contar o que me faz dar apenas um resumo do que tenho feito nessa jornada pelo turismo.

Curtiu nossas dicas?

Vem com a gente,

Guias & Trilhas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: