Gramado e a volta do turismo local

Gramado tão conhecida pelos brasileiros, e alvo de sonhos por quem é amante de boa gastronomia, paisagens incríveis, frio e claro uma boa acomodação. A partir dessa afirmativa é possível fazer uma leitura do que vem acontecendo nesse pedacinho do Rio Grande do Sul que conta com uma população de pouco mais de 30 mil habitantes, mas que é super preparada para receber o turista, afinal a cidade vive de você viajante.

TURISMO LOCAL

Quem pensa em ter férias inesquecíveis e adora uma cidadezinha pacata, pensa automaticamente em Gramado. Os eventos na cidade fazem da cidade referência no turismo com a melhor infraestrutura do estado. Para você que não conhece, vale a pena planejar sua viagem pós pandemia.

O maior evento da cidade é o natal luz que atrai milhares de turistas todos os anos, se tornando assim o natal mais famoso do país. E será que esse ano teremos mesmo o bom velhinho recebendo os turistas?

(Natal luz – Gramado)
(Natal luz – Gramado)

Desde o dia 15 de junho de 2020, várias cidades do estado entraram em bandeira vermelha por conta do Coronavirus, ajustando assim as medidas para o distanciamento social e assim buscar a tração econômica da cidade, o turismo.

O comércio da cidade está basicamente fechado até julho, com muitas de suas lojas fechadas, ou melhor dizendo, o comércio varejista, assim como a grande maioria do comércio local a parte de produtos essenciais.

Os parques, casas noturnas, jardins e museus fechados também e mantendo dessa maneira apenas metade dos funcionários em atividade para assegurar a manutenção dos locais.

E os serviços de restaurantes e padarias?

Bem, os serviços como restaurantes e padarias só estarão funcionando no esquema de delivery, e hotéis passam a oferecer algumas habitações não passando de 40 por cento do total de sua capacidade.

AMSERRA

Segundo a secretária da cidade, uma organização vem tomando a frente das tratativas quando o assunto é retomada do turismo e economia, e a Amserra (Associação dos Municípios da serra), que representa a região das hortênsias segue com reuniões diárias para tentar junto ao governador mudar a classificação da cidade de vermelho para laranja, para que assim as ações restritivas sejam mais brandas.

(Hortênsias – Gramado)

FUTURO DA CIDADE

Vamos deixar uma dica super bacana para que você sinta que a cidade pode oferecer muito mais do que as paisagens e tranquilidade local. Parte da economia local é baseada no turismo, o que come boa parte dessa fração, outra é produção de móveis típicos, que acabam sendo comercializadas por todo o país, e o que o governo da cidade tem se empenhado é em um projeto do futuro, sim para as empresas do futuro.

Explicando para que não fique muito abstrato. O investimento nesse planejamento é um conjunto público privado, aplicando conhecimento em infraestrutura, educação e ecossistema. A ideia é facilitar a vida de visitantes, moradores e poder público.

Um conceito muito bacana e que traz um ideal de países europeus, que contam com esse tipo de projeto integrador. A palavra chave para essa nova Gramado é, inovação. A ideia foi tão importante e tanta relevância que virou lei em 2018, e caso queira conferir segue o número Lei Municipal 3704/2018.

(Imagem meramente ilustrativa Gramado)

VOLTA AO TURISMO

A projeção nacional para o turismo vive um momento de blackout, um verdadeiro momento às cegas sem ter a completa noção de como o turismo irá se comportar. São inúmeros os casos de operadoras e agências de turismo que estão fechando as portas, hotéis que quando não encerram suas atividades, conseguem de alguma maneira, manter seus serviços ativos com opções de café da manhã diferenciados, limite de ocupação, EPI’s, sistema de higienização e claro, muita paciência para que tudo volte a sua normalidade o quanto antes.

(Tempos difíceis em Gramado)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: