A famosa caverna de Postojna e um dos locais mais visitados da Eslovênia guarda o segredo da lenda dos dragões. A história é simples: um pequeno serzinho de aparência próxima a uma lagartixa de nome interessante até, proteus, nada mais é que uma salamandra de metabolismo superbaixo e que não gosta de luz, falaremos dele mais a frente. Mas a caverna é linda e vale os 50 quilômetros de distância de Liubliana, e vale a pena fazer a visita mesmo que seja de tremzinho, isso mesmo, um trenzinho. Vamos aos detalhes?

(Parece montanha russa, mas não é! Trenzinho que te leva pelo interior da caverna)

CURIOSIDADES

As curiosidades são as mais diversas, começando por ser a atração mais visitada do país! E saindo do tremzinho você começa a caminhar por corredores muito espaçosos (não é apertado e não tem que passar por espaços apertados ao longo do trecho, então se tem algum medo de lugares apertados não se preocupe), sua rede subterrânea é de aproximadamente 20 quilômetros de extensão, não que vá caminhar ou passar por todo esse trajeto, e tudo muito bem iluminado por luzes artificiais e veja bem, toda a iluminação foi posta antes de Liubliana, capital da Eslovênia.

(Os corredores são bem largos – cavernas de Postojna – Eslovênia)

Um dos salões tem capacidade para dez mil pessoas e a acústica é uma das melhores para shows e eventos que exijam uma capacidade maior de sonoridade. O passeio dura aproximadamente uma hora e meia e o interior é repleto de estalactites e estalagmites passando por salões como o espaguete, vermelho e branco. Claro que você deve estar se perguntado o porquê desses nomes e isso se deve a coloração das pedras, e tudo isso pode ser visto bem de pertinho enquanto caminha pelas passarelas.

(Interior da caverna e sua estrutura – cavernas de Postojna – Eslovênia)

HISTORIA

Muitas lendas são trazidas daqui mas há evidencias de que era frequentada no século XIII, e posteriormente já no século XIX começou a ser explorada e uma grande personalidade que teve grande influência foi Francisco Ferdinand, imperador austro-húngaro, que decidiu fazer da caverna um ponto turístico. A caverna foi a primeira no mundo a contar com uma estação ferroviária.

(Cavernas de Postojna – Eslovênia – visão do passeio do trem)

Também foi utilizada durante as grandes guerras, porém nada tinha de turístico e passou a ser usada como armazém de combustíveis. Claro que não acabaria bem e um dos salões ficou marcado com suas paredes em tonalidade mais escura devido a uma explosão.

(Cavernas de Postojna – Eslovênia)

A LENDA DOS DRAGÕES

No começo do texto comentei sobre a lenda dos dragões, e realmente essas pequenas “lagartixas” existem e estão expostas no final do tour em um aquário. Os eslovenos acreditavam que um dragão habitava a caverna e sempre que tinha uma chuva forte esses pequeninos saiam mortos pela entrada. Lenda ou não, eles existem e não se esqueça do flash ao tirar suas fotos.

(Proteus – Cavernas de Postojna – Eslovênia)

ESTRUTURA

Pelo lado de fora se encontram algumas lojas e restaurantes, com um estacionamento largo pelo lado de fora e uma escadaria para chegar ao topo. Ao longo do passo central você encontra os restaurantes e lojinhas, que brasileiro adora, e banheiros e muitas mesinhas para descansar caso preciso, na saída da caverna.

(Cavernas de Postojna – Eslovênia)
(Cavernas de Postojna – Eslovênia – passeio e sua estrutura)
(Cavernas de Postojna – Eslovênia – entrada)
(Cavernas de Postojna – Eslovênia)

Curtiu nossas dicas de hoje,

Vem com a gente,

Equipe Guias & Trilhas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: