O lago mais popular da Eslovênia se localiza a apenas 40 minutos da capital Liubliana. Um verdadeiro cerco de montanhas que protegem bem esse famoso lago que guarda para si, além de uma paisagem incrível, alguns pequenos segredos como uma igreja em uma ilha e um castelo que completa esse cenário deslumbrante.

Tempo de viagem

Fomos em um ônibus de turismo e o tempo da capital Liubliana até lá foi de 45 minutos, para quem é o do Rio é como se fosse um Rio x Petrópolis, com uma estrada impecável o que mostra o trato do país com o interior. Ao chegar ao lago o que mais impressionou foi o verde esmeralda da agua e o que compôs super bem nossa chegada foi ver os locais aproveitando o entorno para fazer uma caminhada ou atividade física, mesmo com o frio do dia.

Uma noite

Vamos deixar claro aqui o que nos fez muita falta nesse passeio antes de falar o que mais nos chamou a atenção. Todos sabem que viajar de excursão é muito seguro e você tem que seguir a risca o que diz no roteiro, mas se você é dono de operadora, ou trabalha em uma, deixe a dica: PASSE UMA NOITE POR AQUI!!!

 Por que estamos falando isso? Todos os meus passageiros quando disse gostaria de ver o pôr do sol seguido da noite estralada nesse pedacinho do paraíso no meio da Europa concordaram comigo. Então pensem bem, porque o lugar pede uma noite.

Gondola

Bem, se assim como eu você também não tem tanto tempo assim então vá um dia e corra para o lago, e não pelo lago rsrs, e tome assim que possível uma gondola que o levará até a igreja central que fica na pequenina ilha no meio do lago. Esse passeio sai por volta de 10 euros e vale cada centavo, pois tem coisas que não podemos esquecer e devemos gravar na memória, ou numa bela foto para guardar de recordação. Se você tem medo de água, não se preocupe, pois o lago é muito tranquilo e quem te leva vai num ritmo despasito ou com você mesmo remando.

(Gondola no Lago Bled – Eslovênia_

Dicas:

Nossos passeios costumam ser mais culturais, então fica a dica para quem gosta de um roteiro um pouco mais animado e com mais tempo:

  1. Alugar uma bike: pode ser no próprio hotel, onde muitos oferecem esse serviço.
  2. Subir de teleférico até o alto de um dos morros e descer de tobogã. Pra quem gosta de emoção.
  3. Passear em volta do lago e buscar o coração do lago: um pequeno porto onde tem um coração com a paisagem incrível das montanhas e do castelo.

Igreja e ilha do lago

Conheço pessoas que foram até a ilha e simplesmente não gostaram, mas vamos pensar juntos e ver se não vale a pena. Para chegar até lá tem que ser de barco, ok! Já valeu uma volta no lago. Você conseguirá guardar para a vida a imagem da vista ali bem do meio lago, ok. Só as escadas da igreja são datadas de 1655 aproximadamente, ou seja, é um monumento mega antigo e que no mínimo intriga para entender de como foi feita essa igreja devido a localização, ok. E ao fim do passeio ainda tem um sino que ao ser tocado a pessoa realiza um desejo! É um conjunto muito legal e vale a dica da equipe Guias & Trilhas.

(Igreja do Lago Bled – Eslovênia)

Castelo de Bled:

O castelo custa 10 euros a entrada, e são dois caminhos possíveis para se chegar ao topo. Há uma trilha para os mais aventureiros e mais jovens, e o caminho de carro e ônibus para os mais velhos ou quem queira um pouco mais de comodidade. Fomos de ônibus e mesmo para se chegar ao topo foi preciso muita perna já que a subida é em ladeira e os velhinhos custam para subir esse pedaço, mas é possível e só demanda um pouco mais de tempo.

(Castelo de Bled – Eslovênia)

Dentro do castelo você encontra alguns restaurantes, algumas torres, pátios, lojinha, museu, e uma adega. E possível ver que a natureza faz parte do interior do castelo também com algumas arvores e bastante flores por todo lado.

A experiência de estar no topo de um castelo no alto de um morro que data do século XI é impagável, ou quase, já que pagamos 10 Euros na entrada.

(Castelo de Bled – Eslovênia)

Melhor época para conhecer o lago:

A melhor época é sem dúvida depois do inverno até o começo do verão, ou de março a começo de junho ou pós verão, que seria do fim de agosto a começo de novembro. O clima no inverno é gélido e para passear pode ser um pouco pesado e o verão bem quente. Engana-se quem acha a Europa não faz calor, e peço que vá em julho ao velho continente. Um casaquinho leve é sem bom estar por perto, mas não é garantido que se use no verão, nas outras épocas do ano sim, leve casaco e mantenha-se aquecido.

((Castelo de Bled – Eslovênia – foto feita durante passeio de barco nas gondolas)

O que comer:

Vamos repetir esse mesmo discurso em Liubliana, mas como não damos dicas de onde comer e sim do que comer fica a dica para uma torta de creme a famosa Kremšnita ou folheado espetacular e vale a pena pagar por um pedaço e uma xícara de café.

Curtiu nossas dicas de hoje,

Vem com a gente,

Equipe Guias & Trilhas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: