Na Europa vários países tiveram que se prevenir e tomar medidas drásticas contra o coronavírus. A Eslovênia conseguiu antes da data prevista se consolidar com o primeiro país a conseguir sair da pandemia, um mês antes do previsto e com projeções positivas reabrindo fronteiras e setor do turismo.

Enquanto a EU se desdobra para arquitetar saídas possíveis para a volta do turismo, e o reaquecimento da economia, a Eslovênia declara fim da epidemia em território nacional. Após fechar as fronteiras com a Itália ainda no mês de março, o país agora entende que já é possível a reabertura de alguns setores da economia e as fronteiras antes fechadas com seus países vizinhos agora serão reabertas, porem com alguns pontos de controle.

DIVISÃO DE ENTRADA E SAÍDA DO TURISTA

A divisão ocorrerá da seguinte maneira: o turista que for europeu não precisará fazer quarentena, enquanto os turistas de fora da Europa precisarão passar por um período de sete dias antes de entrarem e se instalarem nesse pequeno país.

BONS VIZINHOS

Segundo o worldmeters, o nível de contágio é baixo com apenas 1.466 casos e 104 mortes relacionados desde o início da pandemia. Banhado pelo Adriático e aos pés dos Bálcãs, a Eslovênia tem vizinhos que conseguem se manter bem e comprometidos ao combate do coronavírus o que tranquiliza o país a querer reabrir as fronteiras. Os país são:

Croácia:

Confirmados 2.226

Casos recuperados 1.936

Mortes 95

Áustria

confirmados 16.176

Recuperados 14.563

Mortes 629

Hungria

Confirmados 3.535

Recuperados 1.400

Mortes 462

SEGUNDO O PRIMEIRO MINISTRO JANEZ JANSA

“Hoje a Eslovênia tem a melhor situação da epidemia na Europa, o que nos permite cancelar o alerta de epidemia geral”.

Apesar da frase bem otimista, a OMS ainda relembra que o vírus ainda não foi extinto e está presente no dia a dia. Com este mesmo pensamento alguns países da Europa central e sul estão se organizando para a retomada do setor de turismo, que como bem dissemos anteriormente, engloba mais empregos e áreas do que você em casa talvez possa imaginar.

THE GUARDIAN

O the guardian publicou um documento onde a comissão Europeia autorizará viagens em meio a pandemia:

“As restrições às viagens serão levantadas primeiro entre áreas com uma situação epidemiológica análoga e onde existam capacidades suficientes em termos de hospitais, testes, vigilância e rastreamento de contatos”, em documento vazado pelo site Euractiv.

Então se antes a preocupação era reter o fluxo e deixar o corredor do turismo fechado, a ideia agora é reabrir aos poucos e retomar esse laço forte da economia europeia que vê como saída viável para retomar aos poucos a tração econômica do bloco.

(Dragões Eslovenos – talvez seja a força contra o Coronavírus)

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO TURISMO

Segundo a organização mundial do turismo, o número de turistas poderia cair cerca de 30% em 2020, o que pode ser ainda mais impactante sabendo que a Europa é destino de praticamente metade dos turistas do mundo.

Ainda é um risco alto para a pequena Eslovênia e seus quase 2 milhões de habitantes, por se tratar de um vírus sem cura que se espalha com facilidade e tem como vizinho mais turbulento a Itália.

A esperança pela Europa, e não somente na Eslovênia, é que esses corredores consigam suprir o as necessidades sem grandes desfalques e quem sabe assim não se tornem um exemplo pro mundo de como retomar uma economia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: