A Bauernfest é um festival que acontece na cidade de Petrópolis, no estado do Rio de janeiro, e se engana quem pensa que a cidade é somente museu imperial, Dom Pedro I e II, e muita cerveja, ou melhor, não pera, muita cerveja e muita comida alemã com certeza. O festival acontece, geralmente, no mês de junho quando o inverno começa a apertar na cidade, e teve início há bons anos atrás com apenas três quermesses de descendentes de alemães. Não conhece ainda, vem com a gente:

(Algumas das barracas logo na entrada da Bauernfest)

HISTÓRICO:

A cidade foi colonizada, basicamente, por alemães e italianos, mas a que conseguiu se enraizar de fato foi a cultura germânica. Ainda no início do século XX foram montados barracões e quermesses numa tentativa de proporcionar aos descendentes uma boa recordação e claro mostrar um pouco mais de sua cultura aos locais petropolitanos.

Essa pequena, e ainda muito tímida, festividade teve seu início no bairro Fazenda inglesa e que automaticamente impactou a cidade toda, dando nome a bairros, rios e ruas. O Rio que corta o bairro se chama Mosela assim como o rio da Alemanha, Mozel, que corta a cidade de Koblenz, e desemboca quase no centro da cidade onde as músicas, pratos típicos e danças tradicionais passaram a acontecer.

FAMOSO CLUBE 29 DE JUNHO:

Para que o festival ganhasse corpo e se tornar o que é hoje, passaram-se anos e apenas em 1983 um grupo de descendentes decidiu tomar a frente do projeto e junto o Clube 29 de junho (dia 29 de junho é comemorado o dia do colono alemão), ainda com o nome de Festival Germânico, foi realizado por apenas 3 dias. O sucesso foi tanto que a proporção do evento começou a ganhar força e se popularizar na cidade até chegar aos moldes de hoje, onde praticamente todo o centro histórico da cidade atende ao turista com muita comida, cerveja e pessoas vestidas a caráter fazendo com que o clima germânico predomine no ar.

(Artesanato Típico da Bauernfest – Petrópolis – RJ)

UM PILAR PARA A ECONOMIA

Para que se tenha uma ideia da proporção do evento, o nome mudou para Bauernfest e hoje é considerado o segundo maior em sua categoria no país e é o mais importante da Região Sudeste.

Nesse mês de junho de 2020, não saberemos ainda se a Bauern (tratada assim pelos locais), ocorrerá de fato na cidade por conta do COVID 19 e se o setor de turismo se manterá vivo e ativo até a data da comemoração. Os hotéis da cidade estão vazios devido ao bloqueio da entrada da cidade para ônibus de turismo, e apenas alguns carros a passeio tem a passagem liberada. Esse ano pode ser único na história da cidade podendo fazer parar a tradição de uma festa que consegue elevar a economia da cidade gerando uma receita considerada alta para os padrões de cidade do interior.

O festival movimenta a cidade e a economia, assim como todo o setor do turismo como hotéis, bares, restaurantes, guias de turismo e basicamente todo o comércio se prepara para receber o turista em junho. A rua Tereza, maior polo de compras da região serrana do Rio, está deserta e é triste passar de carro pela rua e ver que alguns comerciantes já estão tirando os manequins das vitrines.

Esse ano sem dúvida será um ano decisivo para que o Festival da Bauernfest ocorra. Um dos pilares da cidade tem que mostrar sua força nesse momento e a cidade nesse momento agradece aos jovens descendentes que começaram com apenas 3 quermesses.

Vamos guiar e trilhar a sua viagem.

Guias & Trilhas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: