Após a pandemia do novo coronavírus, que já atinge mais de 1 milhão e meio de
pessoas em mais de 180 nações, o Presidente Argentino, Alberto Fernandez,
decretou isolamento social no país até 13 de abril. A crise mundial enfrenta pela Argentina é sem precedentes. 

MEDIDAS DO GOVERNO 

Diversas medidas têm sido tomadas pelo governo argentino para tentar conter
a disseminação da covid-19. O Presidente decretou a postergação do isolamento social
e afirmou que “todo esforço é muito importante”. De acordo com a OMS (Organização
Mundial da Saúde), a Argentina tem 1.175 infectados e 63 mortes.

Além das medidas restritivas a circulação de pessoas, o governo adotou
medidas econômicas para amenizar os impactos na economia, haja vista a
principal renda é a exportação de produtos alimentícios, que tiveram uma queda
de 35% em relação a 2019, segundo o Indec (Instituto de Estatísticas e Censo).

buenos aires BA

(Café Tortoni em dias normais fora da pandemia, porém em crise) 

A Câmara do Comércio Argentino informou que o país sofreu, principalmente,
com a falta de demanda da China e posteriormente do fechamento do mercado
europeu.

OUTRAS MEDIDAS ADOTADAS:

· Governo afirmou realizar o pagamento de funcionários de empresas com até 100
funcionários.

· Proibição em demitir funcionários por um período de 6 meses
Outra preocupação do Governo não é só com o cenário atual de pandemia, mas
também com a crise já enfrentada pelo país.

Com Dólar cotado a R$5,12 e inflação chegando a 54%, a dívida do país com o
FMI (Fundo Monetário Internacional) tende a piorar. Em fevereiro a dívida externa
chegou a US$311 bilhões, o que representa 90% do PIB (Produto Interno Bruto).

PERIGO EMINENTE:

Na última terça feira (06/4/20) o Presidente, Alberto Fernandez, comunicou
que adiou para ano que vem o pagamento de US$9,8 bilhões a credores argentinos,
após decreto de necessidade e urgência. Economistas avaliam a ação como calote
técnico.

PARALISAÇÃO TOTAL DO PAÍS:

E no cenário de pandemia, as ruas de todo o mundo estão vazias. Na Argentina, apesar de grande diversidade de locais para serem visitados, sejam vinícolas, cafeterias ou a principal praça de Buenos Aires, a Praça de Maio, também são vistas ruas desertas e sem qualquer movimento. O país fechou as fronteiras para estrangeiros no dia 15 de março.

A principal companhia aérea do país a Aerolineas Argentinas, também não realiza voos internacionais. O objetivo é diminuir o turismo interno a fim de evitar aglomerações. Passageiros repatriados que chegam ao aeroporto precisam passar por quarentena obrigatória de 14 dias.

São milhares de pessoas perdendo seus empregos ao redor do mundo e a geração de trabalho no setor de aéreo emprega aproximadamente 15 milhões de pessoas em aeroportos ao redor do mundo e, infelizmente, na Argentina não é diferente. 

O QUE FAZER NA ARGENTINA:

Buenos Aires

 

JÁ OUVIR FALAR NO TANGO ARGENTINO?

TANGO, UMA DAS DANÇAS MAIS ROMÂNTICAS DO PLANETA

Vamos guiar e trilhar a sua viagem.

Guias & Trilhas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: