Como está o turismo no Brasil?

Começaremos hoje com um tópico que vem sendo questionado nos últimos anos. Como está o turismo no Brasil? Então seguindo essa linha o secretário de turismo de São Paulo afirma que nos últimos anos foram criados mais de 50 mil empregos na área. o PIB brasileiro atingiu o total de 8% o que significa uma bela fatia do mercado e que vem se desenvolvendo. Ainda segundo o secretário Vinicius Lummertz, outras áreas pouco divulgadas como sendo do turismo, mas que fazem parte do pacote ajudaram a alimentar essa porcentagem.

A ideia hoje não é mostrar os tipos de turismo, ou como devem ser explorados como o rural, religioso, litorâneo etc, e sim entender como o turismo tem se estruturado. Então se você trabalha com segurança, área de comidas e bebidas, transporte e acha que não é turismo então acredite, está completamente enganado. Sempre que olhar para o lado o turismo de alguma maneira estará lá mesmo que algumas das vezes seja em eventos históricos.

Qualidade de vida:

Segundo o secretário de são Paulo a segurança real teve um crescimento significativo, mesmo que não seja tão perceptível. Quem viaja a capital paulista percebe nas ruas que a mudança ocorreu. É claro que a maior cidade do país não passará em branco sempre, mas com certeza o trabalho vem sendo feito e o governo percebeu que para manter a cidade atrativa esse quesito muito especificamente deveria ser melhor avaliado e foi. Em 15 anos os números caíram drasticamente de 60 assassinatos por 100 mil habitantes para 5,5 segundo Vinicius Lummertz. A qualidade de vida atrai turistas para qualquer lugar do mundo e se engana quem pensa que somente atrativos turísticos fazem a diferença. Quem já conheceu Petrópolis sabe que a qualidade de vida da cidade da serra carioca é mais bem vista que os monumentos e museus espalhados pela cidade imperial.

A crise no setor aéreo:

A crise que se vem sendo combatida pode gerar ao país uma perda de 540 Bilhões de reais. É difícil mensurar a quantidade de pessoas que deixam de viajar quando um problema como o corona vírus se espalha pelo mundo, mas é possível saber quantas passagens são vendidas em média por ano que gira em torno de 4 bilhões. Ver os aeroportos ao redor do mundo vazios e a cada dia mais ver que perderam seus passageiros faz com que muitos setores dentro do turismo comecem, de fato, a ficarem preocupados. Se você está acostumado a ver empresas internacionais fortes como Lufthansa, American Airlines, Air France ou as que transitam com maior frequência por aqui como a Azul, Latam entre outras se preocuparem é porque o cenário é preocupante.

Inúmeros foram as fronteiras sendo fechadas sendo físicas ou não. Os Estados Unidos fecharam as portas para europeus, vários países da América Latina vêm fechando aeroportos e recentemente o brasil focou seus esforços na fronteira com a Venezuela. O impacto de um inimigo transparente é maior que muitas guerras históricas já conhecidas.

Guerra do petróleo:

Quem nunca ouviu dizer da hegemonia dos árabes, ou do mundo árabe, sobre o petróleo? Ou quem nunca ouviu dizer que a Rússia tem influência direta na economia mundial, ora por apoio a grandes nomes de governos mundiais, ora por controle de produtos próprios como gás e petróleo.

O turismo nacional vem trabalhando firmemente para aprimorar os serviços, mas a guerra travada entre Rússia e mundo árabe pelo preço do petróleo vem cooperando para a queda na bolsa de valores. O dólar está nas alturas e chegou ao recorde de 5,06 nos últimos dias o que poderia ser positivo para o receptivo brasileiro e seus milhares de turistas que poderiam chegar, mas a realidade é outra essa guerra atrapalha não só a quem trabalha no turismo, mas quem precisa de férias e teria o Brasil como destino.

A queda na bolsa de valores fez com o que o patrimônio das empresas aéreas caísse cerca de 50 bilhões em dólares. O que faz das empresas brasileiras recorrerem ao governo brasileiro atrás de linha de credito.

Empregos pelo mundo:

As empresas aéreas e aeroportos empregam em média 12 milhões de pessoas nos mais diversos setores e a economia mundial pode ruir assim como a nossa e de braços dados com o turismo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: