Nunca na minha vida imaginei passar por um lugar tão bonito quanto Santorini. Uma ilha vulcânica que vem se formando e transformando há séculos. O mais interessante é pensar que as cinzas tomaram conta por inúmeras vezes suas terras, e mesmo assim não deixou de existir e trás a cada manhã uma vista maravilhosa nasce mais um belo dia ensolarado.

543642_10150860633397146_1199379339_n

(Vista de baixo pra cima)

Caminhar pelas ilhas gregas é uma experiência única, mesmo para quem já viajou meio mundo. Quando pensava num país como este, sempre imaginava a água bem clarinha e as pessoas com um intelecto único sempre bem vestidas. Para mim foi uma surpresa quando passeava pelas ruelas e via as pessoas de maior idade conversando, tomando um belo café em suas canequinhas, com um gorrinho clássico.

E foi assim que fui desbravando Santorini, apreciando as pessoas locais e a vista que parece um sonho. As casinhas vistas de baixo mais parecem à cobertura de açúcar de um bolo de chocolate, e quando se alcança essa cobertura a vista lá do alto é fabulosa. A arquitetura das casinhas, as flores que adornam sempre de uma maneira singela as janelas e portas das casinhas montanha a cima. A maneira mais fácil de se chegar ao topo, é por um monorail, um tipo de teleférico ou bondinho. A subida é rápida e já se pode ter uma idéia do que se vai ver do topo, no caminho de ida.

314788_435104936522078_116960002_n

(Base do bondinho)

Monastérios, pequenas igrejas e capelas, as casinhas brancas e claro as praias são atrativos que fazem parte de todo o cenário local. Algumas dessas capelinhas podem ser encontradas em algumas praias espalhadas pela ilha. Em algumas lojas se pode ver uns tapetes muito bonitos, isso porque há tapeçarias lindas e bem antigas na ilha, vale a pena parar para apreciar uma delas, uma dica e sempre valida é parar a tapeçaria do convento.

Em qualquer hotel na recepção, encontrará um mapa da cidade com os principais pontos a serem visitados. Um dos pontos com certeza será o vulcão que fica centralizado e que vale muito a visita. Fazendo o acordo certo com a empresa, a visita em algumas praias é incluída. A praia que mais gostei mesmo sendo para turista é a Kamari. Toda coberta por pedrinhas pretas no lugar de areia, e na parte de cima uma rua cheia de restaurantes e bares.

(Parece ou não a cobertura de um bolo? em frente a esse lado pode-se ver o vulcão)

Assim como as outras ilhas gregas, uma boa forma de se aventurar pela ilha é alugando uma scooter ou um carro. No caso das motos, algumas empresas pedem a habilitação para motos e caso não tenha, isso pode vir a ser um empecilho. Alugando ou contratando alguma empresa local, não se pode deixar de visitar o farol da ilha.

PS: Há a possibilidade de subir via burrinhos é exótico com certeza, mas o cheiro que deixa ao final não vale a pena. Tinha uma amiga brasileira a bordo que comprou um vestido novo pra sair com namorado, mas ficou tão irritada que voltou ao navio e jogou o vestido fora, então antes de subir tenha em mente que nem tudo são flores. Por outro lado você pode optar por subir caminhando, e com certeza sentirá como é puxada subida, mas muita gente o faz e dizem que a vista é incrível e eu como gosto de chegar rápido e sem sustos fui de bondinho.

301833_10150860640167146_922776919_n

(Burrinhos em Santorini)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: