Trogir

A Croácia não é só feita continente. Algumas das ilhas mais bonitas do mundo estão aqui. Uma jóia a poucos metros do continente e ligada por uma ponte que da aos moradores e turistas a oportunidade de visitar a pequena ilha, vindo de terra firme. Assim como Dubrovnik, Trogir também é uma cidade bem protegida com toda sua fortificação. Caso não tenha um guia, a cidade pode ser visitada em mais ou menos 3 horas. São muitas ruelas, com cuidado para não se perder.

11407231_1064752696887260_7187011836785714292_n

(Entrada da cidade e o antigo mercado de peixes)

O número de sorveterias e restaurantes é imenso, estão em todas as esquinas esperando os turistas que chegam por terra e mar. Eu por exemplo cheguei de navio, e tive que entrar pela porta onde fica o porto. É lindo poder se perder nas ruelas e se prestar atenção em detalhes vai ver como os prédios da cidade estão bem cuidados. Pela minha porta de entrada, dei de cara com o mercado de peixes, ali vez ou outra se pode ver uma feirinha onde outrora servia de abrigo para àqueles que chegavam após o toque de recolher dos portões.

Tenores Croatas – Trogir

(Tenores cantando perto da catedral)

Essa cidade teve seu declínio e apogeu num período de tempo muito próximo. Tudo isso se deu no inicio do século XII e cresceu muito com a chegada da Hungria, que trouxe a cidade ainda mais opções para arte e cultura, assim como Veneza a próxima representante.

(Prefeitura da cidade e seus símbolos)

Para uma primeira visita, vale parar na praça principal. Ali você encontra a Galeria com suas colunas Romanas e que hoje é palco de shows de cantores locais. Muito bons por sinal. E a torre do relógio que da suporte a capela do oratório de são Sebastião. O palácio Cipiko, que foi erguida para uma família que era uma das mais importantes da cidade. Entrando pelas portas principais verá a imagem de leões que eram o símbolo dessa família e cidade.

Um pouco mais ao lado encontra-se a prefeitura, que também foi palácio dos governadores, e que mais vale pela historia já que seu interior foi muito danificado e não serve como ponto de interesse para visitação. O que é uma pena. E por fim a catedral de são Lourenço. Teve sua construção iniciada em no século XII, outra vez encontramos os leões protegendo Adão e Eva, assim como em Sibenik. Há uma torre que se pode subir para ter uma idéia de como é a cidade vista de cima.

(Catedral de Trogir – é linda e vale entrar para fazer a visita)

Como entrei pela galeria que fica junto ao portão do mar, o portão da terra fica do outro lado em direção ao restante da cidade. Ao lado do portão há uma casa de cambio e que quando passei era a melhor opção para troca. Segui e me “perdi” pelas ruelas seguindo pela paralela da catedral em direção ao portão do mar. E ao final encontrei o Castelo Kamerlengo, que serviu de residência para governadores e lideres durante os séculos. Está aberto a visitação. Dica mais valida é cruzar do castelo para a catedral pelas ruelinhas. Foi apaixonante caminhar por ali.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: