Já estive nesse país incrível muitas vezes, e nunca tive a oportunidade de estar tão próximo do dia a dia local. Dessa ultima vez pude enfim, conviver um pouco mais e poder passear pelas ruas ainda muito bem preservadas. Uma cidade antiga, um país que tem sua capital tida como exemplo para o todo o mundo, como uma das mais seguras do mundo. Ai você pensa, como assim? Um país tão pequeno… bem se parar para pensar que outros países com um tamanho semelhante não conseguem chegar nem perto de seus números, mostra bem como é a vida uruguaia. E realmente caminhar pela cidade é muito tranqüilo. O ar que vem do rio da prata parece trazer consigo uma tranqüilidade inspiradora. Em um dos dias que estive menos ocupado, decidi correr um pouco pelas ruas, e muito próximo ao meu hotel tinha um parque e uma praça bem arborizada. Esse parque é daquele que tem carrinho bate-bate, montanha russa e vende pipoca. E foi legal de ver muitas crianças com seus pais, caminhando, andando de bicicleta, jogando estalinho. Isso tudo as margens do rio.

Todas as vezes que passei pela cidade, guardei um dinheirinho (é sim um país caro), para poder ir ao mercadão da cidade que fica em frente ao porto. A comida, a atmosfera e a musica ambiente são um diferencial a parte. Em dias de verão ou feriados, o lugar fica realmente cheio. Os uruguaios ainda mais que os argentinos e não to implicando com los hermanos não, mas é que os uruguaios se esforçam mais para falar nossa língua. A carne que eles servem é saborosa, e muito bem servida. Se não tomar cuidado, não terá coragem nem de tomar o cafezinho tão famoso pelos brasucas. Saindo pela porta principal, ao lado direito tem uma lojinha que vende o produto mais conhecido do país, o doce de leite. E vale muito a pena. Derrete na boca.

11218983_1053452118017318_1320632927340716735_n

(Mercadão – Montevidéu – Uruguai)

Como cheguei tarde no primeiro dia, deu tempo de almoçar no mercado e voltar pro hotel. Já no dia seguinte fiz o city tour e passei por lugares que nunca tinha passado antes. Um deles que não acredito que não consegui fazer antes foi a famosa foto de montevidéu, e descobri que a parte de trás é conhecida como Copacabana. Uma área nobre, as margens do Rio da Prata (só vira mar em punta Del leste). Muitos restaurantes e shoppings fecham a conta do local. Um pouco mais a frente, passei por um monumento interessante. La carreta, monumento José Belloni, na foto que tenho não aparecem todos os animais, mas são 7 bois e um touro. Mostra bem a época de transição no meio do século XIX, onde os camponeses vinham trazendo suas mercadorias.

(Copacabana e La Carreta – Montevidéu – Uruguai)

Entrei outra vez no carro e segui pela 18 de julho, em direção a praça da liberdade. Aqui é o marco da cidade. Jose Artigas grande figura da independência uruguaia, tem um monumento em seu nome em frente a grandes e imponentes edifícios como o palácio nacional e o antigo palácio nacional. Antes de assumir o poder no novo edifício, é costume que o presidente eleito tome posse no antigo palácio nacional saudando o povo. Em frente ao monumento a artigas, tem o prédio chamado Palácio Salvo, que já foi o prédio mais alto da America latina com 120 metros. Achei incrível a idéia de ter uma radio ou café bem bacana no edifício, como já ocorreu. Atrás do monumento está a porta de entrada a cidade antiga, onde fica a cidade velha e conseqüentemente o mercadão.

(Monumento a Artigas e antigo prédio mais alto do mundo)

José Gervasio Artigas

(Link para: Artigas)

Meu ultimo monumento, foi o parlamento, onde se encontra o palácio legislativo e câmara dos vereadores. Sua base é de mármore e granito, o que da uma aparência de suja. Pelo menos foi essa a idéia que alguns turistas chilenos mal informados pensaram. o edifício é maravilhoso. E ao lado mais ao fundo e também em direção ao mercadão, está um prédio em estilo vela, assim como aquele de Dubai. Os árabes devem estar até hoje agradecendo a Carlos Ott.

parlamento

(Parlamento Uruguaio)

1 comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: