Kusadasi, e éfeso uma das sete maravilhas do mundo antigo

Kusadasi, Turquia Situada às margens do mar Egeu se encontra a animada Kusadasi! Sempre que desembarcava no pequeno porto da cidade corria para a loja do Seref, que vendia roupas a um preço muito barato e uma qualidade de precedência não tão boa assim, mas que servia um chá de maçã delicioso e um papo, mesmo com inglês meia boca que era fantástico. Foi assim que a cidade me recebeu por quase 4 anos!

Istambul, a nova Constantinopla

Istambul, a nova Constantinopla Já falamos um pouquinho da história da antiga Istambul e é chegada a hora de falarmos da cidade atualmente e, claro, do que visitar e o que fazer em Istambul quando visitar a bela Constantinopla. A verdade é que quando chegar verá uma mescla muito interessante do passado e do novo, pois o governo investiu pesado para modernizar a cidade. Se ao passo que verá uma cidade moderna, por outro lado verá todo o glamour de uma cidade milenar

Constantinopla, a nova capital dos otomanos

Constantinopla, a nova capital dos otomanos Conquista de Constantinopla em 1453, e o império otomano se deu ainda no século XIII em 1299. Esse pedaço da história marca a Transição da idade medieval para a idade moderna, e um reinado que perdurou por quase, pasmem, quase 700 anos. Sem dúvida um dos impérios mais longevos da história recente.

Katakolon, o primeiro passo a Olímpia

Katakolon, o primeiro passo a Olímpia Katakolon é sem dúvida o primeiro passo a Olímpia, ou, o berço das olimpíadas. Nossa chegada ao portinho foi de cruzeiro e já lá de cima é possível ver várias lojinhas que se espalham por todo o centrinho. Ao lado de onde o navio para há uma prainha para quem quer somente tomar um banho de sol e se refrescar nas aguas geladas daqui. E se por acaso estiver se perguntando sobre o local onde tudo começou, então vamos a ele agora!!

Gramado: A cidade europeia no Brasil

Gramado: A cidade europeia no Brasil. Colonizada em 1875 por alemães e italianos, a cidade teve esse nome pois era utilizada como caminho para boiadeiros em suas viagens. Por ter uma região vasta de pasto e gramado, deu-se o nome da então cidade povoada por José Manuel Corrêa e Tristão José Francisco Oliveira. Situada no estado do Rio Grande do Sul, Gramado é uma das cidades mais charmosas do Brasil.

Gramado e a volta do turismo local

Gramado e a volta do turismo local Gramado tão conhecida pelos brasileiros, e alvo de sonhos por quem é amante de boa gastronomia, paisagens incríveis, frio e claro uma boa acomodação. A partir dessa afirmativa é possível fazer uma leitura do que vem acontecendo nesse pedacinho do Rio Grande do Sul que conta com uma população de pouco mais de 30 mil habitantes, mas que é super preparada para receber o turista, afinal a cidade vive de você viajante.

Aéreos em queda livre

Aéreos em queda livre

Semana passada falamos sobre os navios e se era hora de subir a bordo dos hotéis flutuantes. Pois bem, agora é hora de falarmos de outro tipo de transporte tão importante para chegarmos ao destino desejado, o aéreo. Mais uma empresa enfrenta problemas financeiros e que pode impactar o turismo nacional e internacional. A Latam Airlines abriu pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos.

Já é seguro fazer um cruzeiro?

A ideia para o pós pandemia é uma só, curtir a vida! Para quem pensa assim esse texto cairá como uma luva. Não é difícil ver na internet pacotes com promoções para os mais variados destinos, e os cruzeiros que sempre estiveram em alta, agora parecem estar longe dos sonhos de muita gente. Segundo dados do governo federal, o vírus pode se propagar pelo ar, e você iria para um hotel que o ar condicionado fica ligado o tempo todo? Bem, vamos lá...

Montenegro, o menor entre os pequenos

Por fim chegamos ao último país do bloco da Jugoslávia, e vamos fazer durante a semana matérias proporcionais ao tamanho desse pequenino país. Vamos começar falando que após sua saída do bloco, e sua independência da Sérvia em 2006, o país entrou em crise e sua economia hoje se baseia no setor imobiliário e turismo. Um fator importante para Montenegro foi ter se tornado o 29° país a fazer parte da OTAN, fazendo com que a população de 6 milhões de habitantes possa ter mais segurança em tomadas de decisão a partir de agora.

Macedônia, terra de Alexandre, o grande

Mais um país pequenino em meio a muita confusão territorial e nacionalista. Duas grandes personalidades passaram por essas terras e defendiam ideologias diferentes com os nomes de Alexandre, o grande, e Madre Teresa de Calcutá. Se hoje o turismo é bem difundido, então o nome desses dois é de extrema importância. O número de habitantes é baixo em todo o país, e o turismo ainda não é uma potência como outros vizinhos como a Grécia, mas a intensão com o turista é a melhor possível.

Resumo de um país chamado Bósnia

Um país que, assim como todo os outro dos Bálcãs, teve problemas e conflitos por conta de diferentes culturas e religiões que sempre estiveram presentes em seu território. As influências dos bizantinos, otomanos e católicos fizeram desse país uma verdadeira miscelânea de gostos e história, e o mais interessante disso tudo é que de uma forma ou de outra sempre conseguiram conviver bem com isso.

Mostar, a terra de otomanos na Bósnia

Um país quem tem a religião Islã forte, um governo dividido pelas três religiões e que consegue se sustentar bem mesmo após a guerra da década de 1990. Para quem prefere algo mais visual fica a dica do filme Sarajevo que está na Netflix e conta bem a história sem cenas de guerra e mortes sangrentas. E a duas horinhas da capital bósnia está a pequenina cidade de Mostar que é patrimônio da Unesco e que guarda vários segredos em seu interior.

Medjugorje, um santuário de fé

Uma vila pouca conhecida e explorada até o começo dos anos 1980, quando seis crianças tomaram um susto com a aparição de Virgem Maria. Os turistas que visitam a vila, com um pouco mais de 4 mil moradores, acreditam na história das crianças e da aparição no alto da colina o que torna esse pedacinho do mundo mais visitados pela crença católica, um lugar sagrado para o Papa, e faz com que a cidade sobreviva do turismo religioso.

Sarajevo

Uma cidade maravilhosa e que ninguém imagina que estaria tão mudada, se comparada à década de 90 quando sofreu na guerra de separação da grande Servia. A chegada a cidade por terra por quem vem da Croácia ou mesmo de cidades menores como Mostar, é sensacional. O rio Neretva segue a rodovia quase ate a entrada da cidade, é lindo ver o rio cor esmeralda em meio as montanhas com uma vista incrível. Por todo o caminho pode-se ver diferentes e vários cemitérios, ora com a cruz ora com uma cruz sem as hastes, onde o primeiro faz referencia aos católicos e os outros dependendo de seu formato poderia ser ortodoxo, ou muçulmano. Parece loucura, mas são esses que compõem ainda mais o visual.

As cavernas de Postojna, ou, a caverna do dragão

A famosa caverna de Postojna e um dos locais mais visitados da Eslovênia guarda o segredo da lenda dos dragões. A história é simples: um pequeno serzinho de aparência próxima a uma lagartixa de nome interessante até, proteus, nada mais é que uma salamandra de metabolismo superbaixo e que não gosta de luz, falaremos dele mais a frente. Mas a caverna é linda e vale os 50 quilometros de distância de Liubliana, e vale a pena fazer a visita mesmo que seja de tremzinho, isso mesmo, um trenzinho. Vamos aos detalhes?